quarta-feira, 17 de julho de 2013

Aprendendo a Viver - by Jane Antunes (psicóloga).


O poder do pensamento:

Embora alguns exagerem, o adágio "querer é poder" tem muito de verdade. Muitas das coisas que fazemos, emoções que sentimos e até doenças que sofremos têm sua origem nos pensamentos. Cada pessoa pode controlar seus pensamentos e dirigir sua vontade para obter ou não uma reação final correspondente. Somos donos de nossos pensamentos. E como tal, com maior ou menor dificuldade, podemos nutri-los, dirigi-los, expandi-los, reduzi-los ou rejeitá-los. Controlando nossos pensamentos, podemos evitar condutas impróprias, agirmos de forma mais adequada e termos melhor saúde física e mental. Definitivamente, ao controlarmos nossos pensamentos, estaremos promovendo nossa própria felicidade.

Pensamento positivo:

O pensamento saudável e otimista, tem que ser uma constante, um estilo de atividade mental. Deve se estender também a todos (ou quase todos) os aspectos da vida.

CUIDADO COM A IRRESPONSABILIDADE

Ser otimista não significa ser descuidado e irresponsável. Algumas pessoas podem criar o hábito de fazer tudo apressadamente com o pretexto de evitar a preocupação.

Ser otimista não significa ficar angustiado diante das más perspectivas, mas ver o que se pode tirar da adversidade e transformar os problemas em desafios.

Autoestima:

As pessoas costumam apresentar uma tendência generalizada para os pensamentos positivos ou para os negativos. Essa tendência depende, em grande parte, do estilo de diálogo interior, que é contínuo e automático.

Conhecer o tipo de diálogo que realizamos conosco torna-se imprescindível para abandonar os maus hábitos de pensamentos e buscar alternativas positivas que ajudem na solução dessas situações.

É fundamental saber desenvolver a autoestima, pois ela aumenta nossa capacidade de ser feliz. A potencialidade da autoestima provém de duas fontes fundamentais: as pessoas com as quais nos relacionamos e nós mesmos.

Desfrute dos sentidos: 

Os sentidos são os canais de comunicação entre uma pessoa e o mundo exterior. Prestam informações importantíssimas que constituem a base de nossa aprendizagem. Aproveitados de forma prazerosa, sem exageros.

Existem pessoas que acreditam que a alegria e a felicidade são coisas do acaso, produto das circunstâncias ou mesmo questão de sorte. No entanto, acima do imprevisível está a escolha pessoal. 

Ser feliz é uma opção. É possível escolher ser otimista e desfrutar de uma vida razoavelmente alegre e feliz.

- Cultive o pensamento positivo,
- Sinta-se racionalmente satisfeito com vc mesmo,
- Mantenha boas relações com os outros
- Olhe o lado divertido das coisas
- Faça alguma coisa para ajudar os outros
- Pratique hábitos de vida saudável
- Mantenha uma atitude de esperança.

Cada assunto citado é muito rico em conteúdo, e de grande extensão. Mas cá entre nós, ser feliz depende de nossas escolhas. VAMOS ESCOLHER SER FELIZ.

Reações:

0 comentários: